Avançar para o conteúdo principal

Ser mãe sem presas!!!


Não existe nada melhor do que conseguir acalmar o coração e ter paciência de esperar que tudo aconteça no tempo certo. Não existe nada melhor e mais difícil. A ansiedade de saber, de fazer, de viver logo tudo de uma vez, se torna tão forte, que chegamos muitas vezes a sofrer pelo que talvez nem exista, ainda. Aquela resposta tão aguardada, o momento há tempos esperado... O coração aguarda ansiosamente, pois deposita suas esperanças em acontecimentos, em pessoas, em sentimentos. Algumas vezes, impossível controlar. É uma vontade intensa, imensa, de se encontrar, de fazer acontecer, de se entregar, de ser, de fato, feliz. Amplamente, feliz.
Mas como tudo na vida,nada é certo. Tudo nos é dado a seu tempo.
E ser mãe de um menino especial ensinou-me isso mesmo, que nada pode ser vivido quando queremos mas sim no momento certo. Sem presas nem correrias. 
Tudo vem na sua vez,mais tarde ou mais cedo tudo chega. Hoje ou amanha.
As vezes antes ou depois de termos tentado apresar o acontecimento. E vem com toda a força, cheio de vida para nos abanar. Ora cheio de coisas boas ou coisas menos boas que na mesma nos fazem bem,nos fazem crescer.
Tudo vira, a seu tempo por isso não nos vale de nada termos presa,pois a mesma só nos vai gastar forcas que serão precisas mais tarde quando o momento chegar,quando a vida nos meter a prova.
Por isso vamos viver o HOJE,pois amanha será cheio de acontecimentos mas os de hoje também serão importantes e tenho certeza que serão os certos para o momento.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Eu nunca quis ser mãe!!!

Hoje é o dia da mãe, um dia em que todas nós "mães" olhamos para o nosso caminho nesse papel tão importante, e pensamos no que ficou para trás, por isso eu achei que era o dia certo para assumir que eu nunca sonhei ou quis ser mãe.
É verdade, eu nunca quis ser mãe…. nunca, nunquinha.
E tive brigas e até o fim de uma relação a conta disso, não queria é jurava a pés juntos que não o iria ser.  E hoje, mãe de 3, olho para trás e sei bem porque eu não queria… Eu não queria falhar da mesma forma que a minha mãe falhou comigo (assunto para outro dia) !   Não me via a ser mãe de jeito nenhum…. Eu era, sem medo de dizer, uma adolescente traumatizada, com falta de amor, com muita bagagem e tinha medos. Tinha certezas que nunca conseguiria ser boa mãe.  Mas… (e na vida tudo tem um MASSSS) o mundo dá voltas e a gente cresce, e amadurece, e muda de opinião! Ainda bem! Comecei a namorar com o  Luís e rapidamente mudei de opinião, ainda bem.  Hoje, bem… hoje não me imagino NÃO sendo mãe! Mãe dos…

Eu e o Autismo

Hoje é um dia especial por isso não havia dia melhor para vós contar como o autismo entrou na minha vida,na nossa vida.

Tivemos dois anos em puro sofrimento, noites mal dormidas, gritos, desespero, perguntas e falta de respostas até que não meio de tantos possíveis diagnósticos o Autismo e o síndromes de Asperger foram posto na mesa.
Ambos com características que tão visíveis no Martim mas que eu não queria ver, não queria aceitar.
Como é que seria possível? Não não podia ser.
Por momentos senti que era eu que não lhe dava todos os componentes para que ele pudesse desenvolver sozinho.
Mas eu estava enganada o meu filho era especial eu tinha de entender isso para que o puder ajudar.
Claro que não foi fácil mas consegui e todos os dias me pergunto onde fui buscar a força.
O autismo veio mudar a minha vida e a minha forma de pensar e agir. Transformou me numa mãe diferente mas a grande mudança foi como pessoa, passei a ser mais humana e mais atenta aos outros.
Os meus objetivos de vida t…

Perdi.....

Mais um vez fui posta a prova,mas desta vez o desafio supera todas as minhas forças. Perdi o meu amor,o meu grande amor,o pai dos meus filhos, o homem a quem prometi ser a melhor mãe do mundo.
Perdi tudo!
Não fui avisada nem tive tempo de me despedir, foi tudo rápido de mais.
Sem qualquer tipo de preparação fiquei sem chão, e honestamente não sei se estarei a altura deste desafio.
É dos sentimentos mais cruéis e duros que já senti na vida!
Só queria acordar e constatar que isto não passava de um pesadelo e que o meu amor estava vivo.
Mas infelizmente isso não irá acontecer,terei de arranjar forças vindas não sei de onde e continuar a vida.
Se será fácil? Não, claro que não nas terei de o ser pelos meus filhos  .
E não ne venham dizer que passa pois nunca irá passar,passava se fosse uma dor de barriga, mas não o é!!!
Perdi o meu amor, o meu grande amor!!!