Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2018

É importante os nossos filhos cometerem erros!

Nós pais não devemos cobram aos nossos filhos a perfeição, temos de ter a  consciência de que podem e devem cometer erros. O não “ser perfeito”  só os vai ensinar a ter a capacidade de aprender com os erros cometidos, irão aprender a se levantarem a cada rasteira que a vida lhes pregue.

Os fracassos são fundamentais para o crescimento das pessoas. Nós pais precisamos de ensinar os nossos filhos a não desistirem aos primeiros erros, mas continuarem a levantar a cada tombo, levar, seguir a vida e aprender a não voltar a cometer aqueles erro. 

Cair vai fazer com que ganhem defesas contra as partidas as quais a vida nos sujeita assim como os ensina a levantar e a seguir a vida de cabeça levantada de olho nos erros cometidos e atentos às quedas que estão para vir.

A história do irmão bebé!

No outro dia o Martim veio com a conversa que queria um irmão bebé, por momentos fiquei sem resposta mas rapidamente dei a volta.
Sentei-me com com ele ao colo e expliquei lhe que para ele ter um bebé a mamã teria de ter cá o papá e que infelizmente o pai estava no céu e que as mamãs para terem bebés têm de ter uns ovinhos na barriga e que eu já não tenho é por isso já não terei mais filhos.
Fui a gaveta das fotografias e mostrei lhe cada uma das manas e expliquei lhe que ambas também tinham sido bebés mas que ambas tal como ele tinham crescido e que agora estavam os três grandes, que ele era o mais único  "homem " e que para nós seria sempre o nosso bebé e nós para ele seríamos as suas pequenas à quem ele terá de proteger até ao fim.
Deu me um abraço, abraço esse que me fez ganhar o dia.
Senti-me mal pois devido a mim nunca mais poderá voltar a ter um irmão nem eu voltarei a ser mãe (também já não fazia sentido).
O Martim nunca terá um irmão mas será para sempre o nosso beb…

Domingo especial

Na sexta comentei com um dos meus anjos da guarda que domingo iria estar só com as miúdas, então o anjo resolveu nos "patrocíniar" a nossa manhã de hoje.
Então fomos as três ao cinema ver o filme "Coco".



A personagem principal é Miguel  que sonha em tornar-se num grande artista, como o seu ídolo, Ernesto de la Cruz. Desesperado para conseguir provar o seu talento e após uma série de misteriosos eventos, Miguel dá por si na maravilhosa e colorida Terra dos Mortos. Ao longo do caminho, encontra o encantador e vigarista Hector e juntos, partem numa viagem extraordinária, para desvendar a verdadeira história de família de Miguel.
 Um filme que fala da morte de uma forma muito positiva e divertida.

No início fiquei com medo se iria abrir mais a ferida mas pelo contrário, ajudou a que entendessem que o pai está bem. 


Depois do filme fomos almoçar, sem pensar em dietas nem em comida saudável. 
Fomos dar uma volta e adorei sentir a alegria delas por terem a mamã só para elas. 

Ti…

Meu rico filho

Meu lindo menino. 


Desde do teu primeiro dia em que teu pequeno corpinho foi colocado em cima de mim que  tens feito de mim a mãe mais abençoada do mundo. 

Todos os dias a sua existência enche o meu coração de alegria e de um orgulho incrível. Acompanhar o teu crescimento tem sido a caminhada mais deliciosa, uma aventura recheada de felicidade.

É um privilégio te poder guiar nas tuas lutas, umas ganhas outras perdidas.  Compartilhar a vida contigo é  um orgulho, ser tua mãe, tua eterna namorada. 

Eu amo-te tanto meu filho. Quero que sejas muito feliz, e que a vida te sorria meu príncipe, meu rei, meu amor. 
Amo-te hoje amanhã é até ao fim da minha vida.