Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2017

Nem dá para acreditar!!!

Finalmente hoje vim falar das bolachas das minhas fotografias e que me ajudam a manter uma dieta sem lactose e sem açúcar.
Não foram fáceis de encontrar e para chegar as "minhas bolachas" ainda gastei muito dinheiro mal gasto e muitas das vezes acabava mal e com uma barriga de grávida hehehe.
Depois de muita procura encontrei varias da marca Gullón sem lactose,e chegar as bolachas perfeitas foi um rapidinho. A gama Bio Organic  é sem lactose,sem frutos secos, sem ovo e sem soja.São 100% vegetarianas e produzidas apenas com ingredientes procedentes de de agricultura ecológica.
São tão boas que nem dá para acreditar que são tao saudáveis,de textura e sabor tão agradável fazem de mim uma verdadeira "papa bolachas". Aconselho vivamente e acreditem que vão ficar viciadas hehehehehe 



ESTE POST NÃO É PATROCINADO!!!!

Manhãs de Domingo em pleno dia de semana!

Tenho estado mais por casa e tenho sido eu que os visto,dou o leite e ainda tenho tempo para os ter ao meus colo,as manhãs ganharam outras cores e passaram a ser calmas.
Lá para as 8 acordo um de cada vez aos beijinhos e aos abraços até que dou por mim e já estamos os quatro na brincadeira.
Elas vestem se sozinhas,eu visto o tim, trato lhes do cabelo,meto lhes os creme entre brincadeiras e vejo naqueles olhos de cor de azeitona a brilharem e dou mais importância a cada traço daqueles rostos que me transmitem tanta calma e amor.
Vamos os quatro aos pulos ate a cozinha  e os pequenos almoços de semana ficam sem grandes diferenças daqueles sem presas de domingo,há lugar a panquecas e ate ao leite quente da mamã que esconde segredos.
Depois do tempo ter corrido só há tempo de lavar os dentes e meter os lanches nas mochilas e esta na hora de se irem embora para mais um dia de escola.
Mas ainda há uns segundos para beijos e aquele "amo-te até a lua!" que me deixa de coração a tran…

A mãe na cozinha #1

Já andava a pensar em lançar esta rubrica a bastante tempo mas andava sempre a adiar mas hoje chegou o dia e acreditem e não podíamos começar da melhor maneira. A receita de hoje é bifinhos com creme de coco e arroz basmati.

Ingredientes para os bifinhos :
Bifinhos de peru (eu usei 600gramas)
Duas cebolas grandes
Azeite
Sal q.b
Pimenta q.b
Alho moido q.b
Uma embalagem de creme culinário de coco
- Cortar as cebolas em meias luas fininhas.
-Numa  frigideira grande deite a cebola e o azeite e deixe refogar ate a cebola começar a ficar mais transparente.
-Junte a carne e junte is temperos a gosto.
-Deixe cozinhar ate que os sucos da carne envaporem mas vá mexendo para não colar nem queimar.
-Deite o creme e meta o lume brando e deixe cozinhar até que o molho engrosse.
-Prove para verificar os temperos
-Quando o molho engrossar desligue pois já esta pronto.
Ingredientes para o arroz:
Uma chávena de arroz basmati
Duas chávenas de água
Uma cenoura grande ralada
Uma cebola
Sal q.b
Azeite
-P…

Deixei de ter nome

Faz mais de nove anos que deixei de me chamar apenas Monica passei a ser chamada de  mamã em tudo o que é lugar, no infantário do miúdo, na escola delas,no médico, nas lojas onde compro coisas para eles,em quase todo o lado.
A Monica passou a existir apenas no trabalho e em lugares onde não sabem que tenho filhos.
Eu gosto deste meu novo nome e deste meu novo "eu" e sinto tanto carinho quando sou tratada de "mamã dos manos",fico tão babada. Há quem não goste de ser chamada por toda a gente já  eu gosto e muitas vezes faço questão de dizer logo numa primeira abordagem que sou mãe de três .
Mas claro que nada me deixa mais babada por ouvir aquele "mamã" na voz meiga dos meus pequenos,fico tao derretida.E vocês gostam de ser tratadas por mamã por outras pessoas?

Eu sei o que é ser mãe de prematuros!

Sou mãe de três prematuros,a Luana de 36,a Maria de 32 e o Martim de 35 + 3 dias.
Sei o que é ver o nosso filho ser levado para a incubadora e só o voltar a ver um dia depois.
Sei o que é dormir num cadeirão ao lado de uma incubadora com medo que alguma coisa acontecesse.
Sei o que é ter um filho em casa mas passar um mês no hospital e não sair de lá para nada.
Sei o que é ver bebés a morrer e sentir medo que um dia fosse o meu bebe.
Sei o que é tirar leite e ser deitado ao lixo pois não lhe podia dar do meu leite.
Sei o que é ver o meu bebe com um cateter na cabeça pois já não tinha veias onde picar.
Sei o que é acordar durante a noite com maquinas a apitar e sentir o coração a sair pela boca fora.
Sei o que é querer pegar ao colo e não poder.
Sei o que é ser mãe de coli vazio.
Infelizmente passei por esta experiência duas vezes e sei o quanto doloroso é e não desejo a nenhuma mãe aquilo pelo qual passei.