Avançar para o conteúdo principal

O que o um Autista deve/não deve comer!



A semana passada o Martim foi a uma nutricionista, não por estar com peso a cima da média mas sim pois recomendaram me mudar a alimentação. Pois as crianças com autismo/Asperger e hiperativade devem ter uma alimentação com muitos cuidados. 


Pois isso resolvi partilhar com vocês as dicas dadas . 

O que o Autista deve comer:

Alimentos ricos em ómega 3 como sardinhas, salmão,cavala,nozes, amêndoas, avelãs,cajus, pinhões, sementes de linhaça, sementes de abril, semestre de chia;

Alimentos ricos em antioxidantes,como frutas e legumes.

É importante que a alimentação da criança seja anti-inflamatoria e,por isso ómega 3 e os antioxidantes são fundamentais.
Além disso,deve-se também preferir carnes magras e cereais integrais.

O que o autista não deve comer:

Alimentos industrializados e não orgânicos,pois contribuem para aumento a toxicidade no organismo;

Alimentos com corantes alimentares pois estão associados a alteração do comportamento e a hiperatividade das crianças;

Alimentos com trigo,cevada,centeio e aveia,pois a dieta sem glúten pode ajudar a reduzir os sintomas;

Leite e seus derivados,pois a criança autista  pode ter benefícios com uma dieta sem caseína!

Como esta dieta é muito específica é importante o acompanhamento de um nutricionista.



Podem nós acompanhar através do  Facebook e no Instagram




Comentários

  1. Curioso, nunca o neurologista pediátrico nem a terapeuta me disseram isso, mesmo quando questionados.

    ResponderEliminar
  2. A dieta sem glúten, leite de origem animal e soja (a soja por ser um alimento altamente processado é também desaconselhada) pode ser benéfica nalguns casos de autismo, há estudos que comprovam ligação de problemas intestinais com alguns casos de autismo, parece-me talvez demasiado generalizar "O autista deve/não deve".
    O meu filho segue essa dieta por ter revelado intolerância ao glúten e à lactose mas julgo que o aconselhamento deve ser feito não só pela nutricionista mas também pelos médicos/pediatras que seguem a criança.
    Afirmo que no nosso caso, os comportamentos dele se alteraram para melhor ao fim de 2/3 meses, poderá no entanto ter a ver com o facto de ter deixado de ter diarreias constantes e cólicas intestinais e não com uma causa neurológica. Mais uma vez digo, que acredito que a dieta pode ser benéfica mas nada como um bom aconselhamento médico.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Carta a senhora que chamou o meu filho de atrasado mental!

Olá. Sei que não nos conhecemos bem, mas o meu filho Martim chamou a sua atenção enquanto saltava entre as cadeiras e falava alto . Eu reparei que ficou a olhar de lado e até o chamou de mal educado.
Eu também sei que fez tudo para que me senti se mal, até chegar ao ponto de me chamar de má mãe e o meu filho de atrasado mental.
Eu quero que saiba que as suas palavras e os seus olhares não me afectaram e na verdade até me dão mais força.

Na verdade eu até a entendo pois é tão bonito ver uma sala de um serviço de psiquiatria com meninos completamente drogados encostados as mães, sim pelo menos há silêncio para continuar a ler a sua revista sem  ser incomodada.

Lamento não ter perdido dois minutos para entender que o que estava ali a passar com o meu filho seria porque ele tem algum problema, tal vez por medo ou até por vergonha mas devia o ter feito.

Mas eu explico lhe agora o Martim é hiperativo e sim também tem um atraso de desenvolvimento que lhe afecta a fala mas não é por isso que …

Sandrinha Clothes passatempo

Desta vez a pagina juntou se a Sandrinha Clothes para vos mimar.


Temos para vos oferecer um conjunto mãe e filha/o. Um conjunto lindo para estes dias de Outono. 

Para participar é muito simples basta:

Gostar da pagina Mãe por um fio https://www.facebook.com/maeporumfio/

Gostar da página Sandrinha Clothes
https://www.facebook.com/SandrinhaClothes/

Seguir o blog maeporumfio.blogspot.pt

Partilhar a publicação do Facebook e comentar identificado dois amigos.

Podem participar uma vez por dia ate ao dia 5 de Novembro.

Boa sorte!!

A alimentação de um asperger

Normalmente alimentar uma criança com asperger é mais luta diária que nós pais enfrentamos, pois geralmente têm dificuldade quando se trata de comer uma variedade de alimentos. Texturas e cheiros desempenham um papel importante devido a questões sensoriais que experimentam. Além disso, ter muitas opções vai contra o que é confortável para essas crianças. Encontrar um equilíbrio é complicado e trabalhoso.
E normalmente tem problemas sensoriais que podem impedi-lo de registrar os sentimentos de fome, por isso nunca se pode contar com a fome do deles para motivá-los a comer.
As  tentativas de alterar a dieta, abitos ou objectos das refeições têm de se fazer com muita calma. O sucesso pode vir lentamente, mas o objetivo final é melhorar a alimentação e não abrir mais um guerra. Cada pequena vitória lhe trará um passo mais perto do resultado desejado.

O Martim em relação a alimentos novos não tem grandes problemas mas sim com os objetos para a mesma. .
Queria sempre comer no mesmo prato e …