Avançar para o conteúdo principal

Bruxismo infantil

Outro dia acordei com o Martim a fazer um barulho estranho com os dentes, tipo um ranger.  Já tinha visto faz outras vezes mas não tanto como aquela noite.
No dia a seguir liguei para a pediatra e a mesma explicou me que tudo indicava ser bruxismo, e que na próxima consulta iríamos ver se ele já tinha dos dentes danificados e defenir tratamento.
Fiquei com a pulga atrás da orelha e então fiz uma pesquisa, a qual resolvi partilhar com vocês.





Bruxismo infantil!  Por Soraia Oliveira para a revista País e filhos:

O bruxismo designa o hábito de apertar ou ranger os dentes, geralmente durante o sono ou em alguns casos durante o dia, acompanhado de som.


A causa mais conhecida para esta parafunção é o stresse emocional. As crianças são seres em desenvolvimento que captam as emoções das pessoas em seu redor, que têm de lidar com uma lista infindável de situações stressantes: mudanças constantes, responsabilidades e atividades em excesso, discussão ou divórcio dos pais, nascimento de um irmão ou problemas escolares.

Cada vez mais a ciência relaciona a origem do bruxismo com atividades do sistema nervoso central, mais precisamente, alterações no nível de dopamina, como também é evidente maior frequência de sintomas em crianças com necessidades especiais ou hiperativas. Outras prováveis causas são as doenças respiratórias (obstruções das vias aéreas e alergias) e deficiências nutricionais.

O diagnóstico do bruxismo deve ser estabelecido o mais precoce possível. As consequências aparecem ao longo do tempo. A mais grave parece ser o desgaste dentário, já que é irreversível, e a reconstrução dentária não apresenta a longevidade esperada, pois facilmente as restaurações caem ou fraturam. Com o excesso de movimento muscular as crianças queixam-se de dor nos maxilares ao acordar e durante as refeições bem como dores de cabeça, ouvidos e articulação temperomandibular (ATM). Socialmente, os indivíduos que vivem com a criança sofrem com o som caraterístico da atrição dentária. Como não existe uma fórmula mágica, devido à complexidade deste fenómeno, o médico dentista identifica e orienta estratégias clínicas de preservação dos dentes até à remissão da parafunção, que pode incluir o uso de “placa de bruxismo em acrílico” para a criança dormir, a partir do momento em que erupcionam os primeiros dentes definitivos.
É possível minimizar as hipóteses de ter bruxismo infantil através do acompanhamento periódico da criança pelo médico dentista que estará atento aos possíveis sinais e sintomas. Pvezes, o apoio do pediatra, psicólogo, otorrino e terapeuta da fala é fundamental.

Alguém já passou pelo mesmo?  Como melhoraram a situação? Contem me tudo!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Queridos leitores!

Queridos leitores
Infelizmente, estou a passar uma das piores provações que uma mãe e mulher pode passar.
Perdi o meu Amor, e os meus filhos perderam o pai.
Não sei quando retomarei a atividade normal do blogue. Peço desculpa a todas as marcas que me apoiam, a todas as pessoas que me seguem, mas este, para além de um momento de profunda dor, é um momento de muita luta. Nunca fui rica, no entanto, neste momento sou a única fonte de rendimento dos meus filhos. O trabalho, a burocracia relativas ao acidente do meu amor e os meus filhos têm me ocupado todo o meu tempo.
Peço que agora, mais que nunca, não deixem de acreditar em mim. Quero muito voltar, mas ainda não estou preparada.
Com amor,
Mónica

Perdi.....

Mais um vez fui posta a prova,mas desta vez o desafio supera todas as minhas forças. Perdi o meu amor,o meu grande amor,o pai dos meus filhos, o homem a quem prometi ser a melhor mãe do mundo.
Perdi tudo!
Não fui avisada nem tive tempo de me despedir, foi tudo rápido de mais.
Sem qualquer tipo de preparação fiquei sem chão, e honestamente não sei se estarei a altura deste desafio.
É dos sentimentos mais cruéis e duros que já senti na vida!
Só queria acordar e constatar que isto não passava de um pesadelo e que o meu amor estava vivo.
Mas infelizmente isso não irá acontecer,terei de arranjar forças vindas não sei de onde e continuar a vida.
Se será fácil? Não, claro que não nas terei de o ser pelos meus filhos  .
E não ne venham dizer que passa pois nunca irá passar,passava se fosse uma dor de barriga, mas não o é!!!
Perdi o meu amor, o meu grande amor!!!

Alguma vez pensou como são escolhidas as mães de meninos especiais???

Recebi hoje um e-mail de uma leitora. Quando o li emocionei-me e pensei em todas as mães "especiais". Obrigada pela partilha! Tinha de o  partilhar convosco.
Este texto é para todas nós.

“Alguma vez pensou como Deus escolhe as mães das crianças especiais?

Eu já… Uma vez vi Deus a pairar sobre a Terra, selecionando o seu instrumento de propagação com grande carinho (…). Enquanto observava, instruía os seus Anjos a tomarem nota num grande livro:

– Para a Beth, um menino. Anjo da Guarda, Matheus.

– Para a Miriam, uma menina. Anjo da Guarda, Cecília.

– Para a Regina, gêmeos. Anjo da Guarda Geraldo, ele já está habituado. Finalmente, Ele passa um nome para o Anjo, sorri e diz:

– Dê a esta mãe uma criança deficiente. O Anjo, cheio de curiosidade, pergunta:

– Porquê ela, Senhor? Ela é tão alegre!

– Exatamente por isso, diz Ele. Como poderia eu dar uma criança a uma mãe que não sabe o valor de um sorriso? Seria cruel…

– Mas será que ela vai ter paciência?

– Eu não quero que ela tenh…