Avançar para o conteúdo principal

Odeio o fim de semana, vá pode-me crucificar!!

Esta a chegar ao fim deste domingo e mais uma vez sinto-me exausta. Para muitos o fim de semana é sinónimo de descanso mas para mim é de exaustão. Adoro ter os meus meninos todo o dia comigo mas é extremamente cansativo.

O dia começou bem cedo, fui acordada não pelo sol a espreitar lá fora mas sim pelo Martim que teima em me acordar com as galinhas. Fazer pequenos almoços, estender roupas, fazer camas e arranjar os miudos para irmos almoçar a avó tornar-se uma verdadeira aventura quando se tem um miúdo que insiste em querer estar sempre a chorar agarrado a minhas pernas.

Depois de almoço fiz tudo para vir cedo para casa para ver se da para descansar um pouco, mas quando se tem um filho hiperativo isso é impossível. Andei toda a tarde atrás dele, por momentos a jogar as cartas ou a brincar aos cantos da casa.  Ainda houver tempo para uma birra, uma daquelas das grandes que acabou com a mãe a chorar na casa de banho.
Depois entre lanches, sopas e almoços ainda me lembrei de fazer um trabalho  para a escola dele, resultado cola e algodão por toda a cozinha.
Dei banhos e sopinha e agora consegui meter tudo sossegado a ver desenhos animados.
Eu? Eu estou exausta!!
Mais cansada do que de semana,sinto a cabeça a roda de tanto barulho e alarido.
Quero o dia de amanha rapidamente, que não seja fim de semana tão cedo, que me digam para trabalhar sabados e domingos.
Sinto-me mal por pensar desta forma,  tenho de arranjar uma solução pois o fim de semana deveria ser para passar tempo de qualidade com os miúdos.
Mas enquanto isso não acontece eu continuo a ODIAR O FIM DE SEMANA!!!!

Comentários

  1. Vivo a mesma coisa. Tenho gêmeas autistas e só Jesus na causa.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Carta a senhora que chamou o meu filho de atrasado mental!

Olá. Sei que não nos conhecemos bem, mas o meu filho Martim chamou a sua atenção enquanto saltava entre as cadeiras e falava alto . Eu reparei que ficou a olhar de lado e até o chamou de mal educado.
Eu também sei que fez tudo para que me senti se mal, até chegar ao ponto de me chamar de má mãe e o meu filho de atrasado mental.
Eu quero que saiba que as suas palavras e os seus olhares não me afectaram e na verdade até me dão mais força.

Na verdade eu até a entendo pois é tão bonito ver uma sala de um serviço de psiquiatria com meninos completamente drogados encostados as mães, sim pelo menos há silêncio para continuar a ler a sua revista sem  ser incomodada.

Lamento não ter perdido dois minutos para entender que o que estava ali a passar com o meu filho seria porque ele tem algum problema, tal vez por medo ou até por vergonha mas devia o ter feito.

Mas eu explico lhe agora o Martim é hiperativo e sim também tem um atraso de desenvolvimento que lhe afecta a fala mas não é por isso que …

Sandrinha Clothes passatempo

Desta vez a pagina juntou se a Sandrinha Clothes para vos mimar.


Temos para vos oferecer um conjunto mãe e filha/o. Um conjunto lindo para estes dias de Outono. 

Para participar é muito simples basta:

Gostar da pagina Mãe por um fio https://www.facebook.com/maeporumfio/

Gostar da página Sandrinha Clothes
https://www.facebook.com/SandrinhaClothes/

Seguir o blog maeporumfio.blogspot.pt

Partilhar a publicação do Facebook e comentar identificado dois amigos.

Podem participar uma vez por dia ate ao dia 5 de Novembro.

Boa sorte!!

A alimentação de um asperger

Normalmente alimentar uma criança com asperger é mais luta diária que nós pais enfrentamos, pois geralmente têm dificuldade quando se trata de comer uma variedade de alimentos. Texturas e cheiros desempenham um papel importante devido a questões sensoriais que experimentam. Além disso, ter muitas opções vai contra o que é confortável para essas crianças. Encontrar um equilíbrio é complicado e trabalhoso.
E normalmente tem problemas sensoriais que podem impedi-lo de registrar os sentimentos de fome, por isso nunca se pode contar com a fome do deles para motivá-los a comer.
As  tentativas de alterar a dieta, abitos ou objectos das refeições têm de se fazer com muita calma. O sucesso pode vir lentamente, mas o objetivo final é melhorar a alimentação e não abrir mais um guerra. Cada pequena vitória lhe trará um passo mais perto do resultado desejado.

O Martim em relação a alimentos novos não tem grandes problemas mas sim com os objetos para a mesma. .
Queria sempre comer no mesmo prato e …