Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A vida sabe bem o que faz!!

A vida é uma caixinha de surpresas, que nos vive pregando partidas às vezes boas e às vezes nem por isso... Mas o importante é o que aproveitamos sempre, é tirar algum partido delas ( as coisas menos boa).  Vale à pena tudo o que conseguimos aprender, nada é por acaso, e nada é perdido, sempre aproveitamos algo. E hoje novamente aprendi isso, o pequeno Martim ficou doente, obrigando-me a parar, a dedicar-me apenas a ele e esquecer algumas coisas que tinha planeado, como alterar o quarto das miúdas e pintar um móvel, mas na verdade o meu corpo precisava de descanso, coisa que eu não estava disposta a fazer.Então a vida arranjou outra maneira de me fazer descansar, e conseguiu, hoje passei o dia entre filme de desenhos animados, dormir e cozinhar, e que bem me fez.  Se o faria se não fosse obrigada?? Não, claro que não, o meu tempo é curto e não o posso desperdiçar em momentos de preguiça, mas há coisas que não controlamos  e sem dúvida que a febre do Martim teve aquele lado positivo de me…
Mensagens recentes

Passei me da cabeça de vez com tanta estupidez!!

No outro dia depois de andar as voltas no blog cheguei a conclusão que se estava a tornar um blog com demasiados desabafos tristes, então decidi que se iriam acabar esses textos,que iria continuar a escrevê-los mas não para partilhar, apenas ficariam para mim, e assim o tenho feito.

Mas hoje vou quebrar essa promessa, e vou partilhar uma coisa com vocês que nunca pensei em o fazer mas depois de ver pais a reclamarem dos filhos chorarem e sofrem com o facto de não irem de férias, dei conta que a situação que se anda a passar cá em casa tinha mesmo de ser partilhada,, não para me fazer de pobre coitada, mas sim para servir de exemplo do que é ver uma criança a sofrer por alguma coisa mesmo importante, pois no meu ver ir de férias não passa de um luxo, que muitos não o podem fazer para manter comida na mesa.

Mas vamos lá ao que entressa, já faz três semanas que todos os dias depois de tomarem banho e de se vestirem a Maria e a Lu me pedem colo, sem pensar duas vezes vou para o quarto del…

Ai Martim #27

Todos os dias lhes contava uma história  mas para que o Martim desenvolva mais a linguagem tem sido ele a fazê-lo.
Hoje enquando eu fazia o jantar veio ter comigo: - Mãe hoje vou te contar a história do belo e das monstras! - Não queres dizer da Bela e do Monstro ? -Não mãe, hoje vou te contar a nossa história, e eu sou o Belo e vocês as monstras! -Ohhh filho eu sou um monstro! -Sim, as vezes és princesa! -Quando ?  -Quando eu te dou um beijinho! -Então é por isso que me dás muitos beijinhos? -Claro, eu tenho medo de monstros!

Anda uma mãe a criar um filho para isto? Acabaram as histórias cá em casa casa, senão um dia destes ainda sou o lobo mau, ou coisa pior! Hehehehe

Na hora das crises /birras!

A paciência é um dom que se  vai adquirindo. Com  paciência se vive melhor, se tem a noção de que tudo tem a hora certa para acontecer e que nada é por acaso. A paciência traz calma e serenidade quando praticada nos momentos difíceis, e isso eu aprendi com a agitação e birras do Martim. No início ia aos arames rapidamente, gritava e com isso só fazia com que ele ficasse mais nervoso e agressivo. Com isso aprendi a ter calma, a conversa, a dar colo, a tentar entrar no mundo dele e conseguir sair daquele estado de crise.
Nem sempre é fácil, mas com o tempo torna-se rotina e já é automático, é já não funciona de outra forma. 
Nós mães/país já temos noção de todos os sinais que eles nos vão dando quando esta para chegar uma birra ou uma crise, com esse dom (sim é um dom que só nos mães temos) conseguimos antecipar as coisas, e com toda a calma, paciência e amor às coisas passam rapidamente.
Ainda ontem fez uma birra enorme sem qualquer sentido, peguei nele, e apenas lhe ia perguntando se est…

Aprender a viver com pouco!

Quem tem muito , nao sabe a falta que o não ter faz, talvez o não ter, seja a razão para se  dar valor a certas coisas, a certas pessoas e sentimentos, quase sempre quem tem muito, ignora as pequenas coisas, essas que fazem toda a diferença. 
E eu  cresci e aprendi isso da pior maneira, não que tivesse muito, mas muitas vezes não dava valor a pequenas coisas, mas o facto que ter perdido uma pessoa tão importante, fez com que passasse a dar valor a tudo, a um simples passeio no parque  a um abraço, a uma flor arrancada na rua, um beijo ou até apenas a um sorriso.
Agora sou feliz com pouco, mesmo que me possam dar muito, mesmo que me deixam o mundo, uma estrela me faz feliz. E com isso tenho ensinado ao pequenos o mesmo, fazendo com que os pequenos passeios,aquele biscoito ou até aquele desenho dado pelo colega de turma seja um tesouro, para ficar guardado na caixinha das recordação. Para que um dia olhem para trás com orgulho,com saudade e boas recordações de tudo o que viveram, mesmo qu…

Vivo assombrada pelo medo!

Estamos a dias de entrar no mês de Agosto mas honestamente a minha cabeça já anda no mês de Setembro, um dia repleto de novas aventuras, aventuras essas que me estão a assustar um pouco. São várias mas hoje vim falar sobre a que mais me preocupa, a ida do Martim para a escola primária,só de pensar fico aflita e sem saber o que fazer para não passar para ele esse meu nervosismo.
Como já partilhei com vocês o Martim têm um atrasso de desenvolvimento global, mas o seu ponto fraco é a linguagem e a coordenação da motricidade final, dois pintos fundamentais para que possa ter bons resultados na sua vida de estudante,por isso o ano passado ficou retido mais um ano para ver se haviam melhorias, e sim houveram e muitas, a linguagem já está mais compreensível, já se controla a nível da hiperatividade, fazendo com que tenho melhorado a relação com o colegas e até com as irmãs. Fazendo dele um menino mais maduro, independente  responsável e acima de tudo passou a ter mais confiança nele próprio …

Juro que não envenenei ninguém!

Enquanto eu ia arrumando umas coisas na cozinha o Martim foi ver o que era o jantar, depois disso corre ate as manas e grita todo feliz:

-Vinde jantar, é ervilhas com ovos envenenados!! Hum hum gosto tanto!!

Estou dês dessa altura a dizer escalfados mas a criança ateima que são envenenados!!
Hehehe!!

Só espero que amanhã ninguém lhe pergunte o que é que jantou, senão ainda vou ter a protecção de menores a porta.
Se o Martim podia ser diferente, podia mas nada seria igual !!